«O cérebro é o meu segundo órgão favorito...» Woody Allen

domingo, 2 de novembro de 2014

The end






'Mas ao que nada espera 
Tudo que vem é grato.'
F. Pessoa





O jardineiro despede-se...leva um coração cheio de flores!
Um jardim que me acolheu, me ocupou e preencheu alguns momentos de solidão!
Mas é preciso continuar a caminhar...há tantos jardins lindos por descobrir e percorrer!
Agradeço a atenção, o carinho e as palavras deste jardim quase virtual...
Acredito que a vida é feita de muitos jardins: abandonados, descuidados...outros que simplesmente precisam de ser podados, regados e acarinhados como um simples toque e cheiro de uma flor!
Saibamos cuidar dos nossos jardins!

O jardineiro debaixo do divã

5 comentários:

Gottfried Hammer disse...

Jardineiro,
perto da meia-noite, sinto uma espécie de bifurcação surda; produz-se qualquer coisa interna e dolorosa. Já não percebo mais nada. Emudeço

Eu Simplesmente disse...

Um beijinho :)

Ly disse...

um beijo sussurrado

Briana disse...

Mudei de link do blog: http://mudodeumaprincesa.blogspot.pt/
Se calhar têm de parar de seguir o link anterior e começar a seguir este.
beijinhos

Baby suicida disse...

gostava de ti Jardineiro, mesmo antes de te conhecer. Depois, um dia, levaste-me ao Éden e como eu gostei...

Ontem reencontrei-te num jardim sem grandes árvores ou flores, mais do que vi, senti, o quanto continuo a gostar de ti.

Um dia volta,

Abraço